As 10 escolas
vencedoras receberão
um SISTEMA
COMPLETO DE
GERAÇÃO
FOTOVOLTAICA
2,5 kwp1

GRANDE GINCANA CULTURAL

XÔ DESPERDÍCIO!

CLIQUE AQUI E SAIBA TUDO PARA SOBRE A TAREFA 1 - MAPA DA MINA!

Caro Professor Líder,

Aqui vai a Tarefa nº 1 para seus alunos:

MAPA DA MINA

(mapeamento energético)

Objetivo da tarefa

  • Mostrar que os aparelhos elétricos apresentam consumos diferentes e que isso está diretamente ligado à POTÊNCIA DE CONSUMO deles.
  • Ensinar que a quantidade de energia consumida está diretamente ligada ao
    TEMPO DE USO dos aparelhos.
  • Aprender a estimar qual será o consumo de um conjunto de aparelhos
  • Aprender a fazer escolhas entre a POTÊNCIA DE CONSUMO e o TEMPO DE USO e com isso otimizar o consumo de energia.
  • DICAS 1

    • Todo aparelho elétrico deve, por lei, informar a sua POTÊNCIA DE CONSUMO indicada em Watts (W).
    • Essa informação geralmente se encontra em uma etiqueta ou impressa em alguma parte do aparelho.
    • Kilowatt (kW) o mesmo que dizer 1000 W.
    • Kilowatt hora é a unidade de energia usada para se medir o consumo.
    • Não confunda Watt com Volt.
    etiqueta

    Exemplo de etiqueta encontrada em aparelho elétrico com destaque para a Potência de Consumo.

  • DICAS 2

    Faça uma tabela com cada tipo de
    equipamento elétrico: lâmpadas,
    chuveiro, etc.
    Marque na
    primeira coluna a
    quantidade de
    cada um dos
    equipamentos
    Na segunda
    coluna coloque a
    POTÊNCIA em
    Watts (W) do
    equipamento
    Anote também
    o tempo, em
    horas, que o
    aparelho é
    usado por dia

    1000

    Multiplique os números acima e divida o resultado por 1000 assim você
    terá quantos kWh são consumidos por dia

    x 30

    Agora é só multiplicar por 30 (dias) e você terá a estimativa de consumo
    mensal do local que escolheu para fazer o mapeamento
  • Como fazer para mandar os vídeos para o Youtube

    Como os vídeos geralmente são arquivos grandes, o melhor é você utilizar um
    serviço de remessa especializada nesse tipo de arquivo. Não se assuste é super
    simples! Clique aqui https://wetransfer.com e você será enviado para o site
    Wetransfer que tem esse jeitão aí embaixo.

    we transfer tutorial

    A foto de fundo muda muito, assim, se não for essa imagem que aparecer não se
    preocupe, clique onde está indicado. Ah! pode ser que a página do site apareça
    em inglês e você pode não ter familiaridade com esse idioma se esse é o seu caso
    clique no lugar indicado e mude para “Português”

    we transfer tutorial

    Em seguida o Wetransfer perguntará se você concorda com o uso de “cookies”
    clique em “CONCORDO” sem susto. Pronto agora está fácil!

    we transfer tutorial

    1. 1 - Clique aqui para escolher o arquivo que você quer mandar para o Youtube
    2. 2 - Escreva aqui o nosso email: gincana@boaenergia.com.br
    3. 3 - Escreva o seu email para receber um comprovante de envio.

    we transfer tutorial

    Pronto! Agora é só aguardar a transferência! Quando chegar a 100% (a velocidade
    varia com o tipo de conexão que você tem) relaxe que o seu filme já está conosco!
    Em pouquíssimo tempo ele estará disponível na página da Gincana Xô Desperdício!
    no Youtube! Aí é só sair caçando os “likes”! Boa Sorte!

A TAREFA Nº 1: MAPA DA MINA

  1. Documentação através de um vídeo da obtenção dos dados necessários à elaboração de um Mapeamento Energético de uma casa a ser escolhida pela turma. Podem ser utilizadas entrevistas, jogos, músicas, animações, e todas formas de expressão serão válidas desde que a mídia final seja um vídeo a ser publicado na página BOA ENERGIA GINCANA no Youtube
  2. O prazo final para entrega dos vídeos é até 07/07/2017
download regulamento
 Para baixar o regulamento PDF clique aqui

São José dos Campos

Um grande professor mais uma equipe competente, resultado: uma solução histórica, o motor a álcool.
Em 2004 o Presidente Lula batizou o Aeroporto Internacional de São José dos Campos com o nome de “Professor Urbano Ernesto Stumpf”, uma homenagem mais do que válida para este gaúcho da cidade de Não-me-toques conhecido como o “pai do motor a álcool”.
O projeto do carro a álcool foi um golaço da criatividade brasileira, marcado na sequência da crise do petróleo nos anos 70.
Ele foi desenvolvido no Centro Técnico Aeroespacial (atual Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial – DCTA), localizado em São José dos Campos. Em 1976, um Dodge Polara 1800, um Fusca 1300 e um Gurgel Xavante partiram de nossa cidade para uma viagem de 23 dias pelo país; e percorreram 8.500 quilômetros, começava ali, pelas mãos do professor Urbano e sua equipe, uma das grandes conquistas da tecnologia nacional.
 
 
 

O nome São José dos Campos faz referência ao relevo da região.

População total: 629.921
Densidade demográfica: 572,9 habitantes por km²
Área do município: 1.099,61 km²

- O setor industrial, maior força da economia do município, é responsável por 70,52% de sua atividade econômica. Possui um grande parque industrial e abriga indústrias como a. Embraer, General Motors, Ericsson, Johnson & Johnson, Kodak, Monsanto, Panasonic, Hitachi, Johnson Controls, Avibrás, Tecsat, Solectron, Kanebo, Philips, Eaton, Bundy e Refinaria de Petróleo Henrique Lage/Petrobrás

- No agronegócio, a facilidade de adquirir matéria-prima e distribuir produtos industrializados fazem de São José dos Campos um polo potencial para a agroindústria e capacitado na geração de alimentos para a demanda de supermercados, feiras-livres e até do Mercosul.

História


Na origem de São José dos Campos está o esforço dos jesuítas em proteger os indígenas que viviam na região. Com essa finalidade, Desde 1585, sob orientação do próprio padre José de Anchieta, estabeleceu-se uma pequena fazenda de gado. Em 1643, os padres conseguiram novas terras, melhores, longe das enchentes do Paraíba a que chamou-se São José do Paraíba. Além dos padres, outras pessoas tinham interesse em explorar a região em busca de tesouros ou apenas para plantar. Com a descoberta de ouro em Minas Gerais, o povoado, assim como outros de todo o Vale do Paraíba, ficou quase deserto. Todo mundo queria ficar rico nas minas. Muitos outros fatores colaboraram para a região quase entrar em colapso. Na tentativa de reavivar a economia local, outro padre, Manoel de Leão, ficou encarregado da organização urbana da região. A então aldeia foi promovida à vila, antes de se tornar freguesia, e recebeu o nome de Vila de São José do Paraíba, em 1767. Houve algumas dificuldades para o seu crescimento, já que a Estrada Real passava longe. Seria preciso mais um século, em 1871, com a chegada do Ciclo do Café, para que a vila apresentasse algum crescimento significativo. Nessa época, já com uma estrutura bem mais definida, a população pediu e a vila passou a ser reconhecida cidade com o nome de São José dos Campos.

 

Turismo


O cenário natural preservado é o grande triunfo de São José dos Campos no setor do turismo, trazendo amantes da natureza em todas as estações do ano. Com 97% de seu território considerados área de proteção ambiental, abrigando animais em extinção, trilhas, cachoeiras, rampas de vôo livre e pousadas, a reserva da Mantiqueira possibilita aos seus turistas desde atividades mais leves, como observação de animais, caminhadas, banho em suas piscinas naturais e cachoeiras, até atividades mais pesadas como os esportes radicais.
 

Comentários

Estamos aguardando seus comentários. Participe! É super fácil.

Deixe seu comentário:

Nome:
Idade:
E-mail:
Escola:
Mensagem:
EDP Bandeirante participa do Aniversário de Pindamonhangaba LEIA MAIS
Unidade Móvel da EDP participa da SIPATMA 2013 na Panasonic LEIA MAIS
Unidade Móvel de Ensino chega à Pindamonhangaba LEIA MAIS
EDP Bandeirante participa de evento em São José dos Campos LEIA MAIS
EDP Bandeirante conclui Cursos de Capacitação em Guarulhos LEIA MAIS
Projeto “Boa Energia nas Escolas” em Caçapava e Pindamonhangaba LEIA MAIS
EDP Bandeirante conclui Reuniões de Sensibilização em Pindamonhangaba LEIA MAIS
EDP Bandeirante realiza Cursos de Capacitação em Tremembé LEIA MAIS
Taubaté recebe o Projeto “Boa Energia nas Escolas” LEIA MAIS
Unidade Móvel de Ensino chega à Cachoeira Paulista LEIA MAIS